Maranhão: Governo inicia votação do Orçamento Participativo 2018

O Governo do Maranhão, por meio das secretarias de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e Planejamento e Orçamento (Seplan), convida a população do Território Médio Mearim para participar da Votação do Orçamento Participativo Estadual, no período de 04 de maio a 04 de junho, na plataforma digital www.participa.ma.gov.br  ou nas agências dos Correios de todo o estado.

O Território formado pelos municípios de Bernardo do Mearim, Capinzal do Norte, Esperantinópolis, Igarapé Grande, Joselândia, Lago da Pedra, Lago do Junco, Lago dos Rodrigues, Lima Campos, Pedreiras, Poção de Pedras, Santo Antônio dos Lopes, São Luís Gonzaga do Maranhão, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto e Trizidela do Vale, teve suas propostas definidas pela população durante a Escuta Territorial do Médio Mearim, realizada em Pedreiras, no dia 06 de abril de 2018.

Nesta fase, cada cidadão pode optar pelo formato de votação que melhor lhe atende e ajudar a eleger a proposta que, em sua opinião, melhor contribuirá para o desenvolvimento do seu território. Na votação digital, basta realizar o cadastro de acesso no site com seus dados pessoais e escolher a sua proposta favorita. Na votação presencial, os cidadãos podem se dirigir até uma agência dos Correios, solicitar uma cédula de cartão resposta, preencher com seus dados pessoais, assinalar a proposta desejada, devolver ao correspondente dos correios e pronto! É simples, rápido e gratuito.

No Território Médio Mearim as prioridades indicadas foram: 1 – Construção e aparelhamento de uma Casa de Passagem Regional para acolhimento temporário de adolescentes, jovens e mulheres; 2 – Construção de Centros de Referência Assistencial da Mulher; 3 – Melhoria da infraestrutura física das escolas contemplando mobília, equipamentos, climatização, construção de quadras, auditórios, bibliotecas, laboratórios por área e acesso a banda larga.

Em vigor desde 2015, o Orçamento Participativo (OP) é um instrumento democrático, pelo qual a população decide as prioridades de investimento em obras e serviços a serem realizados com os recursos públicos estaduais a cada ano. Para o secretário de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves da Conceição, todas as etapas são importantes e destaca a participação popular como prioridade. “A prioridade do Governo do Estado é aproximar a população dos processos do orçamento público, por meio de mecanismos de participação; por isso; quanto mais pessoas votarem, maior será a legitimidade de cada proposta, consolidando o Orçamento Participativo”, disse.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: