POPULAÇÃO DE SÃO DOMINGOS ABRAÇA A CANDIDATURA DE WALDIR MARANHÃO AO SENADO

12/12/2017 8:03 AM0 comentários
POPULAÇÃO DE SÃO DOMINGOS ABRAÇA A CANDIDATURA DE WALDIR MARANHÃO AO SENADO

O deputado federal Waldir Maranhão foi recebido com muita festa pelo ex-prefeito de São Domingos,  Kleber Andrade conhecido como Tratorzão e pela população do Povoado Baixão Grande no último domingo (10).

Dezenas de pessoas se reuniram para abraçar a pré-candidatura de Waldir Maranhão ao Senado e pela pré-candidatura ao parlamento estadual do ex-prefeito Tratorzão. “O povo quer Tratorzão deputado estadual e Waldir Maranhão no Senado, é por isto que estamos aqui reunidos para declarar o apoio do nosso povo”, afirmou o Sr. Quejeiro, idealizador do movimento.

Varias lideranças de São domingos e região estavam presentes como o vereador de Dom Pedro Elissandro Mota, Railton ex-candidato a prefeito de Graça Aranha, os vereadores Braz (presidente da Câmara de São Domingos), Fabiano, Wilsão, Thiago Moura, a vereadora Valeria Brandão e o assessor da Secretaria de Estado de Comunicação e Assuntos Políticos Fran Edson Cardoso, entre outros.

Em seu pronunciamento  o ex- prefeito afirmou que Waldir é melhor nome para o Senado Federal. “Waldir é o escolhido pela nossa população para ser o nosso senador, é um homem simples, carismático, conhece a realidade do nosso Estado e tem uma história de trabalho aqui em São Domingos. É com muita alegria que recebemos a sua visita neste dia de festa, uma forna de demonstrar o nosso apoio a sua pré candidatura”, afimou o ex-prefeito Tratorzão.

Para o deputado Waldir Maranhão, o povo de São Domingos merecer eleger um respresentante na Assembléia Legislativa para que a região possa crescer ainda mais. ” Não tenho dúvidas que o meu amigo Kleber Tratorzão é o melhor nome para representar São Domingos na Casa do Povo, ele é um determinado, trabalhador, tem o total apoio do povo e o meu apoio também para trabalhar não só por São Domingos, mas por toda a região”, finalizou o parlamentar federal.

Valtervi Passos – Ascom

Processo em julgamento no STF, contra Weverton Rocha (PDT), pode deixá-lo inelegível e fora da eleição de 2018

11/12/2017 11:55 AM0 comentários
Processo em julgamento no STF, contra Weverton Rocha (PDT), pode deixá-lo inelegível e fora da eleição de 2018

O deputado Weverton Rocha teria sido condenado, na última quinta-feira (7), pelo eminente Ministro Alexandre de Moraes, a 19 anos de reclusão, o processo corre em segredo de justiça. A se confirmar, pelo Superior Tribunal Federal, a condenação do deputado pelos crimes dos artigos 312, § 1º, do Código Penal, e 89 e 92 da Lei nº 8.666/93, o pretenso candidato ao Senado Federal pelo Maranhão estará fora da disputa.

Art. 312 – Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio: Pena – reclusão, de dois a doze anos, e multa.
§ 1º – Aplica-se a mesma pena, se o funcionário público, embora não tendo a posse do dinheiro, valor ou bem, o subtrai, ou concorre para que seja subtraído, em proveito próprio ou alheio, valendo-se de facilidade que lhe proporciona a qualidade de funcionário.
Art. 89. Dispensar ou inexigir licitação fora das hipóteses previstas em lei, ou deixar de observar as formalidades pertinentes à dispensa ou à inexigibilidade:
Pena – detenção, de 3 (três) a 5 (cinco) anos, e multa.
Art. 92. Admitir, possibilitar ou dar causa a qualquer modificação ou vantagem, inclusive prorrogação contratual, em favor do adjudicatário, durante a execução dos contratos celebrados com o Poder Público, sem autorização em lei, no ato convocatório da licitação ou nos respectivos instrumentos contratuais, ou, ainda, pagar fatura com preterição da ordem cronológica de sua exigibilidade, observado o disposto no art. 121 desta Lei: Pena – detenção, de dois a quatro anos, e multa.

A denúncia foi recebida em sua totalidade, em março deste ano 

Os fatos, remetem aos anos de 2008 e 2009, quando o acusado Weverton esteve exercendo o cargo de Secretário de Esporte e Juventude do Estado do Maranhão, e se conectam às imputações dos crimes licitatórios dos artigos 89 e 92 da Lei 8.666/93 e, ainda, do crime de peculato do artigo 312, § 1º, do CP. Isso pela narrativa de suposta subtração de recursos públicos:na qual o acusado teria autorizado a liquidação do pagamento do aditivo contratual sem observância das cautelas legais à empresa Maresia Ltda, responsável pela obra, cujos valores teriam sido desviados por um dos sócios, ou “proprietário de fato”, em proveito próprio dizem com dispensa de licitação e com um aditivo do respectivo contrato administrativo, apontados como irregulares, pertinentes a obras no Ginásio Costa Rodrigues, na cidade de São Luís/MA.

Em tempo: sondagens do Blog, dão conta que o próprio governador Flávio Dino (PC do B), já teria esta informação privilegiada. 

E mais: Nas próximas horas teremos mais desdobramentos sobre o caso, que está sobre segredo de justiça.

 

Habeas Corpus livra temporariamente Rosângela Curado da cadeia

23/11/2017 8:28 AM0 comentários
Habeas Corpus livra temporariamente Rosângela Curado da cadeia
A pedetista Rosângela Curado, Secretária de Saúde de Coelho Neto, acaba de receber um habeas corpus.
A decisão foi do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1).
Curado, que foi candidata à prefeita do município de Imperatriz nas eleições de 2016 e é suplente de deputada federal, foi acusada de ser uma das responsáveis pelo desvio de R$ 18 milhões de recursos da saúde maranhense.
Presa desde semana passada em Pedrinhas, Rosângela Curado deve sair ainda hoje da cadeia.

Irene Soares tem indisponibilidade dos bens decretada pela justiça

10/11/2017 7:07 AM0 comentários
Irene Soares tem indisponibilidade dos bens decretada pela justiça

A 5ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão determinou a indisponibilidade dos bens da ex-prefeita de Presidente Dutra, Irene de Oliveira Soares e mais sete pessoas e duas empresas.

A ação, movida pelo promotor de justiça Carlos Rafael Fernandes Bulhão, busca a condenação dos envolvidos por improbidade administrativa por conta do descumprimento de um convênio firmado por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), no valor de R$ 362.520,00, para a construção de 10 módulos sanitários.
A decisão teve como relator o desembargador Ricardo Duailibe.

Como medida liminar, o Ministério Público havia pedido a indisponibilidade dos bens dos acusados, o que foi negado pela Justiça de 1ª Instância e, agora, garantido pela decisão da 5ª Câmara Cível. Além da prefeita, os envolvidos são Célio Roberto Lima Sereno, José Felix da Costa Filho, Francimária Santos dos Reis da Costa, Conceição de Maria Pereira de Oliveira, Antônio Miguel de Oliveira Neto, Maurício Rodrigues Leal, Antônio Rolins de Morais, além das empresas F. Santos dos Reis – ME e Pedreira Itapecuru Indústria e Comércio Ltda.

ENTENDA O CASO

O Município de Presidente Dutra e a Secretaria de Estado da Saúde firmaram o Convênio n°284/2008. Ao final do prazo, a então prefeita Irene Soares apresentou prestação de contas, afirmando ter honrado com a sua obrigação. O documento, no entanto, não foi aprovado pela SES, que afirmou que “nenhum dos 106 kits sanitários destinados a esta localidade foram feitos”.

As investigações do MPMA confirmaram que as pessoas que seriam beneficiadas pelos kits chegaram a entregar seus documentos a um representante da prefeitura, mas nunca foram contempladas. A empresa vencedora da suposta licitação, F. Santos dos Reis ME, nunca funcionou no endereço indicado.

A proprietária da empresa, Francimária Santos dos Reis Costa, em depoimento, confessou a participação no esquema fraudulento. O real administrador da empresa seria Célio Roberto Lima Sereno, fiscal de obras da Prefeitura de Presidente Dutra, responsável inclusive pelas movimentações financeiras da empresa. As notas fiscais dos serviços supostamente prestados eram atestadas pelo próprio Célio Roberto Sereno.

Participavam, ainda, do esquema, Maurício Rodrigues, também fiscal de obras do Município, e José Felix da Costa Filho, contabilista que atuava no setor de controle interno da Prefeitura. Conceição de Maria Pereira de Oliveira, Antônio Miguel de Oliveira Neto, Antonio Rolins de Morais e a Pedreira Itapecuru Ind. Construção Ltda. foram beneficiados pelos recursos desviados.

Para o promotor Carlos Rafael Bulhão, “estamos diante de um nítido caso da existência de empresa de fachada, constituída em nome de um laranja, utilizada por servidores públicos imbuídos de má-fé para desviar recursos públicos da área da saúde”.

Vereador é assassinado pela esposa enquanto dormia, no interior do Maranhão

04/11/2017 11:40 AM0 comentários
Vereador é assassinado pela esposa enquanto dormia, no interior do Maranhão

Diego Granjeiro (Podemos), vereador em Belágua, no Maranhão, foi assassinado nesta madrugada enquanto dormia. As informações na cidade é de que a própria esposa, Cristiane Granjeiro (na foto com o marido), teria cometido o crime com uma faca e depois tomado rumo ignorado. 

Segundo o Blog do Interligado, as facadas atingiram a região do pescoço e que a vítima teria sido dopada por medicamentos.

A polícia ainda não sabe as causas que levaram a esposa a matar o marido. O corpo será periciado agora no período da tarde no IML de São Luís.

CHEGADA DE JURANDY CARVALHO, FORTALECE REELEIÇÃO DE FLAVIO DINO NA REGIÃO DE PRESIDENTE DUTRA.

28/10/2017 10:24 AM2 comentários
CHEGADA DE JURANDY CARVALHO, FORTALECE REELEIÇÃO DE FLAVIO DINO NA REGIÃO DE PRESIDENTE DUTRA.

Recentemente empossado superintendente Regional de Articulação Política da Região de Presidente Dutra e região, o ex prefeito Jurandy Carvalho, veio para fortalecer ainda mais a reeleição do governador Flávio Dino em uma das região mais promissoras do estado, a região de Presidente Dutra.


Indicado pelo Prefeito Juran Carvalho e detentor de vaste experiencia politica, Jurandy é o “camisa 10″ que o time do governador estava precisando. Conhecido por ser muito simpático, gentil e agregador ” o baixinho” vem forte e com ele várias lideranças politicas da região. O exemplo mais claro que Jurandy é realmente uma agregador, foi a sua posse e consequentemente a festa em sua residencia, por lá nomes como Ricardo Lucena e o vereador Ronaldo Vaqueiro, antes opositores ao prefeito e ao seu grupo politico, hoje caminham e fazem parte do mesmo time.

Quem também esteve Presidente ao evento foi Rubens Pereira, profundo conhecedor e admirador de Jurandy Carvalho, Rubens falou da experiencia politica de Jurandy e o quanto ele vai contribuir para o crescimento das ações do governo na região. Outro que fez questão de está presente foi o deputado Federal André Fufuca, que um dia antes estava em Brasilia na votação do prosseguimento da denuncia contra o Presidente Michel Temer.
O fato é, como disse O secretário estadual de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Marcio Jerry, “é o que faltava em nosso time” e hoje o governo do estado caminha mais forte ainda rumo a reeleição. O vento contou com a presença de várias lideranças politicas da região.