Policial civil é preso acusado de ser membro de organização criminosa no Maranhão

Investigações apontam que o policial civil, um PM e um ex-carcereiro exigiam dinheiro para que donos de motos roubadas pudessem reaver os veículos.

Na manhã desta quarta-feira (24), a Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (SECCOR) no Maranhão realizou operação para cumprir mandados de prisão, busca e apreensão contra um grupo criminoso composto por um policial civil, um militar reformado e um ex-carcereiro.

A operação ocorreu nas cidades de Santa Inês, Santa Luzia e Igarapé do Meio. A polícia conseguiu prender o Comissário de Polícia Civil Eduardo Daniel Ribeiro. Continuam foragidos o policial militar reformado José Alves dos Santos e o ex-carcereiro na Delegacia de Santa Luzia, José Raimundo Alves dos Santos. Na casa de José Alves foi encontrada uma pistola e motocicletas.

Moto apreendida na casa do PM reformado José Alves — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Moto apreendida na casa do PM reformado José Alves — Foto: Divulgação/Polícia Civil

O grupo é acusado de concussão, associação criminosa e receptação. As investigações constataram que os criminosos exigiam dinheiro para que donos de motos roubadas pudessem reaver os veículos. O mesmo grupo é acusado de exigir dinheiro de receptadores de motocicletas roubadas para que não fossem presos.

Arma apreendida na casa do PM reformado José Alves — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Arma apreendida na casa do PM reformado José 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *